PROGRAMA ESTRATÉGICO AVIAÇÃO DO EXÉRCITO

AVIAÇÃO DO EXÉRCITO: Braço Forte nas ações de combate e a Mão Amiga nas tarefas de misericórdia e apoio à população

 

Ao longo dos últimos 30 anos, desde sua recriação, a Aviação do Exército (AvEx) posicionou-se como vetor de modernidade e elevada capacitação técnica. Desde o recebimento das primeiras aeronaves, até a plena capacitação de combater à noite, diversos foram os desafios enfrentados. Destacam-se a formação de tripulantes no Brasil e no exterior, a aquisição de equipamentos e materiais, o desenvolvimento de doutrina de emprego própria em diversos ambientes operacionais e a adoção de novas técnicas de voo.

Conforme os desafios e as tecnologias evoluíram, foi necessária uma nova ordem de aquisições e modernizações.

Assim, surge o PROGRAMA AVIAÇÃO, com a finalidade de regular as medidas necessáriaspara se manter a Aviação do Exército atualizada, face aos modernos meios e formas de combate hoje existentes.

Estabeleceu-se como premissa continuar na busca de capacidades que preencham as lacunas ainda existentes quanto à dissuasão e moderna capacidade de Inteligência, Reconhecimento, Vigilância e Aquisição de Alvos (IRVA), sem perder de vista a ampliação da já conquistada capacidade de fazer o Exército estar presente, por intermédio de suas aeronaves de combate, em qualquer ponto do território nacional, de dia ou de noite, onde quer que se faça necessário.

Dentro do contexto do Processo de Transformação em desenvolvimento do Exército, o PROGRAMA AVIAÇÃO irá contribuir: na dissuasão extrarregiona; na ampliação da projeção do Exército Brasileiro no cenário internacional; no desenvolvimento sustentável e na paz social; na implantação de um novo e efetivo Sistema Operacional Militar Terrestre; com um novo e efetivo Sistema de Doutrina Militar Terrestre e Logístico Militar Terrestre; com a implantação de um novo sistema de ciência, tecnologia e inovação; com o aumento da efetividade na gestão do bem publico; com um novo sistema de educação e cultura e na maximização da dimensão humana.

O PROGRAMA ESTRATÉGICO AVIAÇÃO DO EXÉRCITO tem os seguintes projetos:

OBTENÇÃO DA CAPACIDADE DE ATAQUE

Adquirir aeronave dedicada de ataque a fim de permitir o cumprimento de missões de combate ofensivas, de reconhecimento e segurança, agregando maior capacidade dedissuasão, de sobrevivência e de consciência situacional.

7504b71b5d837897d1f0d229c4849ad3 (1)

MANUTENÇÃO DE CAPACIDADE OPERATIVA DAS AERONAVES DE MANOBRA

Adquir nova aeronave de manobra, visando a diminuição de dependência de um só fornecedor de aeronaves. O projeto envolve, ainda, minimizar e prever ações em face da obsolescência técnica, a formação de tripulantes e a capacitação de elementos de apoio para a nova aeronave de manobra.

AMPLIAÇÃO DA CAPACIDADE DE TRANSPORTE LOGÍSTICO

Adquirir aeronave de asa fixa para as missões de Pronta Resposta Tática, Comando e Controle e Sustentação Logística, particularmente na faixa de fronteira, para apoiar os Pelotões Especiais de Fronteira.

MODERNIZAÇÃO DO SISTEMA DE ARMAS DO “FENNEC AVEX

A modernização de um sistema de armas para as aeronaves AS550A2 “Fennec AvEx” da Aviação do Exército permitirá incrementar a capacidade de dissuasão do Exército Brasileiro, otimizar recursos em face do emprego de aeronaves dedicadas de ataque e, por sua modalidade, o emprego de um mesmo tipo de aeronave em atividades de reconhecimento, vigilância, ataque e observação em ambiente urbano.

phoca_thumb_l_nova avex 018

SIMULADORES DE VOO

O Projeto pretende implantar o Centro de Simulação de Aviação do Exército, na Base de Aviação de Taubaté, com o objetivo de aumentar o nível da segurança de voo, agilizar os processos de treinamento e aprendizagem, com consequente economia de recursos aéreos.

Fonte: EB

ANO PRINCIPAIS ENTREGAS – PROGRAMA AVIAÇÃO
   2012/ 2017 – Modernização e operacionalização do simulador SHEFE*.

– Construção do Centro de Medicina de Aviação do Exército.

– Construção do Hangar do CIAvEx.

– Construção do hangar do Batalhão de Manutenção e Suprimento de Aviação do Exército.

– Construção de Instalações para o Centro de Simulação.

– Adequação e reforma da Estação de Tratamento de Efluentes da BAvT.

– Construção de acesso ao setor sul.

– Construção de 5 blocos de PNR na Vila Militar 2.

– Emissão dos Requisitos Operacionais Básicos da Aeronave de Ataque.

– Emissão dos Requisitos Operacionais Básicos da Aeronave de Manobra.

– Emissão dos Requisitos Operacionais Básicos da Aeronave de Asa Fixa.

– Testes iniciais em aeronaves de ataque.

– Testes iniciais em aeronave de manobra.

– Modernização de 6 aeronaves Pantera K2.

– Modernização de 14 aeronaves Fennec.

* Simulador do Helicóptero Esquilo/Fennec

Você pode gostar...