DURANTE ESCOLA DE ARTILHARIA ANTIAÉREA, CHEFE DO DCT MENCIONA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE MÉDIO ALCANCE AUTÓCTONE

Durante a Escola de Fogo da 1ª Brigada de Artilharia Antiarérea 2017, exercício realizado todos os anos com os diversos grupos de artilharia antiaérea do Exército Brasileiro no Campo de Instrução de Formosa, o General JUAREZ, chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército (DCT), mencionou, pela primeira vez, o desenvolvimento de um sistema de defesa antiaéreo nacional. Certamente, o general falou do sistema desenvolvido em parceria pela brasileira Avibras com um parceiro estrangeiro, que no caso seria a MBDA.

Vídeo da Escola de Fogo de 2017

Publicamos aqui no blog, que a Rússia já admitia que a aquisição pelo Exército Brasileiro do seu ótimo sistema, Pantsir S1 poderia não se confirmar.

Agora, com fala do general JUAREZ nesse vídeo, podemos concluir que o exército deverá mesmo optar por um sistema de empresa nacional com um parceiro estrangeiro.

Em fevereiro de 2016, o General de Brigada João Chalella Júnior, na época Comandante da 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea e o Cel Art EDSON RIBEIRO DOS SANTOS JUNIOR do EME foram designados para:

“Realizar visita às instalações da MBDA UK, a fim de conhecer o andamento do Projeto de Defesa Antiaérea de Média Altura e do míssil CAMM (Atv PVANA Inopinada W16/096), na cidade de Londres, e, em prosseguimento, na cidade de Stevenage, no Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte.”

Por Graan Barros

Defesa_Antiaerea_02

Você pode gostar...