FUZILEIROS NAVAIS EXPOEM SUAS DEMANDAS

No dia 08 de outubro deste ano foi proferida uma palestra pelo Contra Almirante, Roberto sobre os Projetos Estratégicos da Marinha do Brasil. Na platéia estavam além do Ministro da Defesa, Chanceler Celso Amorim, diversas autoridades militares como o Comandante da Marinha, Almirante-de-Esquadra Julio Soares de Moura Neto; o Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, General de Exército José Carlos de Nardi; o Diretor-Geral do Material da Marinha, Almirante-de-Esquadra Luiz Guilherme Sá de Gusmão; e o Chefe de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa, o Almirante-de-Esquadra Ademir Sobrinho.
Um dos programas que mereceu destaque foi o “Consolidação da Brigada Anfíbia de Fuzileiros Navais do Rio de Janeiro (PROBANF)”. É sabido que pela responsabilidade de ser uma força de pronto emprego e de caráter expedicionária, os Fuzileiros Navais sempre conseguiram manter-se bem equipados, com armamentos modernos. E por isso mesmo, as suas demandas sempre são atendidas. Agora, um novo critério também foi observado: o desenvolvimento da Indústria Nacional de Defesa que é fruto da Estratégia Nacional de Defesa criada ainda no governo Lula.
Abaixo, um dos slides apresentados com as demandas dos Fuzileiros Navais para o BAnf e em seguida colocamos algumas considerações sobre o que está para ser adquirido ou já faz parte do inventário do CFN.

 

01 – Os Fuzileiros já operam veículos Marruá 4 x 4 da Agrale.

02 – O Comando do Material do Corpo de Fuzileiros Navais assinou no dia 9 de julho o contrato de aquisição do primeiro Sistema de Radar SABER M60. A sua estréia ocorreu durante a Operação Formosa 2014. Os Fuzileiros, como vemos acima, necessitam de mais quatro sistemas. Então, devemos esperar para breve um aditivo.

03 – Em outubro desse ano militares de diversas unidades dos Fuzileiros Navais participaram de instruções ministradas por técnicos da IMBEL sobre o Fuzil 5,56mm IA2. Os Fuzileiros também receberam um lote piloto de vinte fuzis para testes que serão realizadas pela Diretoria de Sistemas de Armas da Marinha (DSAM)



05 / 06 – Um pequeno lote de VBTP (Viatura Blindada de Transporte de Pessoal) Guarani com a Estação de arma estabilizada Remax da ARES parece estar nos planos do CFN, porém não há notícias até o momento sobre assinatura de contrato.

09 – Parte do Sistema ASTROS CFN 2020 adquirido da Avibrás já foi entregue ao setor operativo dos Fuzileiros e o primeiro tiro já foi dado na Operação Formosa 2014. Em janeiro deste ano foi adquirido uma Viatura Oficina Veicular e Eletrônica.

10 – Em 22 de abril de 2013 o Comando de Material de Fuzileiros Navais assinou um contrato com a Gespi – Indústria e Comércio de Materiais Aeronáuticos para prestação de serviços técnicos de engenharia em um Carro de Combate L SL SK-105/A2S. Os reparos se restringiam apenas ao sistema de refrigeração do motor, de freios e ar-condicionado. Parece que a solução proposta pela Gespi não logrou êxito, pois a modernização dos 17 SK-105 ficará a cargo da “ARES”.

Graan Barros
Facebook Comments


Compartilhe
Close