google.com, pub-9763613062442243, DIRECT, f08c47fec0942fa0

JORNAL LANÇA CAMPANHA PARA RÚSSIA TER SUA BANDEIRA HASTEADA NO MONUMENTO AOS MORTOS DA 2º GUERRA MUNDIAL NO RIO DE JANEIRO

Em maio do ano que vem, o mundo vai comemorar os 70 anos do final da Segunda Guerra Mundial. De acordo com a tradição, em frente ao Monumento aos Pracinhas, no Rio de Janeiro, vão desfilar junto com os destacamentos das Forças Armadas os veteranos brasileiros de guerra, os famosos pracinhas – aqueles que sacrificaram sua juventude na batalha contra o fascismo.
 
E, também como manda a tradição, serão hasteadas as bandeiras dos países que tiveram grande participação naquele conflito, vencendo em conjunto o inimigo mortal da humanidade.
 
Mas até hoje, em todos os desfiles que comemoraram essa data, observamos um fato pouco compreensível para quem conhece e lembra a História Universal. Junto com as bandeiras de Estados Unidos, França e Grã-Bretanha, nunca, até agora, foi hasteada a da Federação Russa.
 
Como se sabe, a Federação da Rússia assumiu todos os direitos e deveres internacionais da União Soviética, e nada mais do que justo será ver-se a bandeira do grande vencedor da Segunda Guerra Mundial, que sacrificou no altar da vitória mais de 25 milhões de vidas de seus filhos.
 
A maioria das grandes batalhas que entraram para a História Universal – tais como Moscou, Leningrado, Stalingrado, Kursk, Sebastopol – é formada por aquelas que quebraram as forças militares nazifascistas que até 1941 não tinham conhecido o sabor da derrota.
 
A Rússia virou esse quadro em definitivo.
 
Justamente por essas razões, em lugar algum do mundo nunca pôde ser esquecida a memória daquele feito grandioso. E justamente por essa razão deve haver um lugar para a bandeira da Federação Russa no Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial, o Monumento aos Pracinhas no Rio de Janeiro.
 
Com esta mensagem ao público brasileiro, a Voz da Rússia está dando início à campanha visando a corrigir o lamentável equívoco e fazer justiça ao país e a seus filhos, que, junto com os povos dos outros países, tiveram grande participação na vitória na Segunda Guerra Mundial.
 
Nessa empreitada, a Voz da Rússia está pedindo apoio aos veteranos de guerra, militares, políticos, governantes, representantes da sociedade civil, leitores e ouvintes e público em geral.
 
Estamos abrindo uma editoria “Bandeira Russa”, em que publicaremos as mensagens de todos os que queiram se manifestar sobre o assunto e opinar a respeito de nosso pleito.
 
Contamos com o apoio de todos.
 
Hoje, primeiro de julho de 2014, faltam 311 dias para o 8 de Maio de 2015.
 
311 dias para a bandeira da Federação Russa ser hasteada junto com as bandeiras das Forças Aliadas.
 
Fonte: Diário da Rússia
Facebook Comments


Compartilhe
Close