MARINHA DO BRASIL ENSINA TÉCNICAS DE ESCAPE DE SUBMARINOS A SUL-AFRICANOS

K-11 Felinto Perry foto: Marinha do Brasil
O Centro de Instrução e Adestramento Almirante Áttila Monteiro Aché (CIAMA), da Marinha do Brasil, está ensinado técnicas de escape de submarinos a 12 submarinistas da África do Sul.
O Tanque de Treinamento de Escape Submarino (TTES) foi usado. Com 20 metros de profundidade, ele simula um submarino sinistrado, local onde os alunos puderam subir para uma câmara hiperbárica em um rigoroso teste, o que lhes permitiu ficar durante cerca de 20 minutos.
Em seguida, os visitantes conheceram as outras instalações CIAMA e assistiram a palestras sobre a presença da Marinha do Brasil como Observadora Permanente no Grupo de Trabalho relacionado com as tarefas de resgate submarino da OTAN e as capacidades do seu navio especializado, o Navio de Socorro Submarino K-11 “Felinto Perry”. Este está equipado com câmaras de descompressão que permitem realizar resgates a 300 metros de profundidade, auxiliado por um veículo não tripulado que pode operar até 600 metros de profundidade.

Tradução: Graan Barrros
Fonte: Defensa.com
25.04.2014
Javier Bonilla

Você pode gostar...

Sem Resultados

  1. Anônimo disse:

    Excelente blog, parabéns, não desanime.