APÓS EXÉRCITO, MARINHA RECEBE AS SUAS LANCHAS PATRULHEIRAS DE RIO, LPR-40

Flotilha do Amazonas recebe lanchas colombianas

Cerimônia no cais da ENRN
A Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 9º Distrito Naval, realizou, no dia 11 de março, a Cerimônia de Entrega de duas Lanchas-Patrulha de Rio (LPR) ao Comando da Flotilha do Amazonas (ComFlotAM), no Cais da Estação Naval do Rio Negro, no Amazonas.

As LPR foram adquiridas na Colômbia e pertencem a uma série de quatro unidades adquiridas pelo Brasil, em decorrência do contrato firmado, em 26 de dezembro de 2012, entre a empresa colombiana Corporación de Ciencia y Tecnologia para El Desarrollo de La Industria Naval Marítima e Fluvial (COTECMAR) e a Marinha do Brasil, por meio do qual foram projetadas e construídas em Cartagena, na Colômbia, com base em embarcações semelhantes, empregadas naquele país em situações de conflito real.

A obtenção foi possível devido ao esforço integrado da Marinha do Brasil e do Exército Brasileiro, de acordo com diretrizes emanadas pelo Ministério da Defesa, e evidencia a intenção de consolidar uma parceria ente o Brasil e Colômbia, para fortalecer a base industrial de defesa  sulamericana.

A cerimônia foi presidida pelo Diretor-Geral do Material da Marinha, Almirante-de-Esquadra Luiz Guilherme Sá de Gusmão, e contou com a presença do Comandante Militar da Amazônia (CMA), General de Exército Eduardo Dias da Costa Villas Bôas; do Comandante do 9º Distrito Naval, Vice-Almirante Domingos Savio Almeida Nogueira; do Diretor de Engenharia Naval, Vice-Almirante Francisco Roberto Portella Deiana; do Chefe do Estado-Maior do CMA, General de Brigada Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira; do Presidente da COTECMAR, Contralmirante Jorge Enrique Carreño Moreno; do Assessor Parlamentar do CMA, General de Brigada (R1) Thaumaturgo Sotero Vaz; e do Presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região, Desembargador David Alves de Mello Júnior; além de outras autoridades militares e civis, soamarinos e do Grupo de Escoteiros do Mar “Almirante Barroso”.

Fonte: Marinha do Brasil

Vídeo da afiliada da Globo. Clique na imagem abaixo para assistir.

vídeo da afiliada da Globo


Demonstração das capacidades das LPR após a cerimônia


Características das LPR:

– Material – composto laminado e reforçado de fibra de vidro, com blindagem.

– Deslocamento máximo – 11.000 kg;

– Comprimento – 12,70 m;

– Boca – 2,90 m;

– Calado máximo – 0,90 m;

– Velocidade máxima (carregado) – 32 nós;

– Autonomia – 200 MN (370 km);

– Tripulação – 6 militares;

– Tropa máxima – 10 militares;

– Propulsão – 2 unidades de hidrojatos;

– Armamento – 4 estações de metralhadoras 0.50 situadas na proa (dupla), pelos bordos e na popa. Uma unidade lança-granadas MK-19 na popa;

– Sistemas embarcados – radar de navegação, navegador satelital (GPS), sistema de vigilância por imagens térmicas e sistemas de comunicação rádio e visual.

Facebook Comments


Compartilhe
Close