NOVIDADES SOBRE A CORVETA BARROSO MODIFICADA

O site Alide veiculou recentemente que a Marinha do Brasil não cogita mais a utilização do Mastro Integrado da Thales ao projeto da nova classe de Corvetas brasileiras. O motivo seria a não aceitação, pela Thales, da integração de radares projetados no Brasil. O  interesse da MB e do Governo Federal é produzir um produto com elevado conteúdo nacional o que traria desenvolvimento da indústria da defesa nacional e empregos.
Em relação a AAW ou defesa antiaérea que será adotado para a nova Barroso a ALIDE apurou que ainda não foi batido o martelo, ficando ainda no páreo os sistemas de defesa de ponto da Denel, Rafael, MBDA e Raytheon.
Para mais informações acesse o site ALIDE clicando aqui!
Imagens: Marinha do Brasil
Facebook Comments


Compartilhe
Close