NAVIO LEVAVA AÇÚCAR E ARMAS DE CUBA PARA A CORÉIA DO NORTE

Panamá retém barco coreano com material bélico a bordo


As autoridades do Panamá retiveram em Colón um barco de bandeira norte-coreana com um carregamento de açúcar, onde foram encontradas armas de guerra, anunciou o presidente do país, Ricardo Martinelli.

“O barco vinha de Cuba e ia para a Coreia do Norte”, explicou Martinelli aos jornalistas, citado pelo jornal espanhol El Mundo. Segundo o presidente, as armas foram descobertas quando os militares que fazem as inspeções aos barcos que atravessam o canal do Panamá retiraram a primeira camada de açúcar.




“Que o mundo saiba que não se pode passar material bélico não declarado pelo canal do Panamá”, disse Martinelli, que revelou que toda a tripulação colocou forte resistência à inspeção das autoridades. O capitão do barco norte-coreano fingiu primeiro ter um ataque de coração e depois tentou suicidar-se.

Os tripulantes e o capitão foram levados para a base militar americana de Sherman, atualmente dirigida pelos serviços navais do Panamá, para que possam continuar as investigações. O Panamá irá agora consultar as Nações Unidas para saber a quem entregar os detidos.

A descoberta das armas foi conseguida por causa de uma informação dos serviços de inteligência, segundo a qual o barco transportaria substâncias ilegais. Já dentro do barco, a atitude suspeita da tripulação levou os investigadores panamianos até ao local onde se encontravam as armas.

Fonte: RTP

Facebook Comments


Compartilhe
Close