BREXIT: LONDRES ASSUME SUA NOVA POLÍTICA COLONIAL

  • The Sunday Telegraph, 30 de dezembro de 2018

O governo britânico escolheu sua estratégia pós Brexit. Em 30 de dezembro de 2018, o ministro da Defesa, Gavin Williamson, concedeu uma entrevista ao Sunday Telegraph, na qual denunciou o que tem sido a política desde 1956.

Em 1956, uma expedição militar franco-britânica apoiada por Israel tomou o Canal de Suez. No entanto, os Estados Unidos e a Rússia obrigaram seus aliados a se retirarem. Este fiasco marca o fim da colonização européia e o começo da retirada progressiva dos exércitos europeus dos territórios que eles ocupavam no mundo.

Segundo o governo de Theresa May, o Reino Unido então se orientou para a União Européia, algo que nunca sonhou em se tornar membro. O tempo acabou.



Leia também: A TERRÍVEL DESTRUIÇÃO VINDOURA DA BACIA DO CARIBE

“Temos que ser claros, é uma política que foi rasgada. A Grã-Bretanha tornou-se novamente uma nação mundial ”, afirmou Williamson. O Minstry tem tentado por algum tempo negociar a abertura de novas bases militares no exterior. Atualmente, o Reino Unido possui apenas bases em Gibraltar, Chipre, Diego Garcia e Ilhas Falkland.

Segundo o Ministério da Defesa, o mundo espera que o Reino Unido demonstre liderança moral, militar e global, porque defende a tolerância, a democracia e a justiça.

Fonte: Voltairenet.org

Facebook Comments


Compartilhe