DGS DEFENCE APRESENTA SUAS EMBARCAÇÕES NOS ESTADOS UNIDOS

  • DGS 888 Raptor (definição média)

Rio de Janeiro, dezembro 2018 _ A DGS Defense, Empresa Estratégica de Defesa, especializada em embarcações militares, esteve presente na International WorkBoat Show – uma das mais importantes feiras da indústria naval do mundo –, que este ano aconteceu do dia 28 a 30 de novembro, em New Orlears (EUA).

O estaleiro, com sede no Rio de Janeiro (Brasil), abriu este ano uma representação em Miramar, na Flórida (EUA), onde passará também a fabricar e vender suas exclusivas Embarcações Tubulares Rígidas Híbridas – Extreme Hull (ETRH’s – XH®), usadas com sucesso em várias operações militares no mundo, especialmente pela Marinha Brasileira.

Atualmente, o principal produto da DGS Defense é o RAPTOR: uma família de embarcações táticas multimissão composta pelos modelos DGS 650 RAPTOR, DGS 777 RAPTOR, DGS 888 RAPTOR M1 e DGS 888 RAPTOR M2. Trata-se de uma avançada plataforma projetada para fornecer mobilidade tática e suporte de fogo em ambientes ribeirinhos e litorâneos. O design patenteado da família RAPTOR é resultado de mais de 11 anos de experiência no projeto e fabricação de embarcações exclusivamente militares.



 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

DGS 888 Raptor #dgs888raptor #marinhadobrasil⚓️

Uma publicação compartilhada por ESTRATÉGIA GLOBAL BLOG (@graanbarros) em

Sobre a DGS Defense

Com 11 anos de atividade e mais de 80 embarcações operando na Marinha do Brasil, Exército Brasileiro, Polícia Federal, Corpo de Bombeiros, Órgãos de segurança entre outras instituições, a DGS Defense consolida seu trabalho como único estaleiro brasileiro dedicado a projetos e construção de embarcações militares blindadas para as áreas de Defesa e Segurança.

Ao longo dos últimos anos, a DGS Defense desenvolveu e detém a patente das ETRH’s (Embarcações Tubulares Rígidas Híbridas – Extreme Hull – XH®). Único fabricante nacional desse tipo de embarcação, as ETRH’s não afundam, não propagam chamas, têm longa vida útil e baixo custo de manutenção, pois são 100% fabricadas com um composto termoplástico híbrido de alto peso e ultra-alto peso molecular.

Desde 2012, outro modelo consagrado do estaleiro DGS Defense, a DGS 777 PATROL (um Produto Estratégico de Defesa), equipa as Fragatas e Corvetas da Marinha do Brasil e vêm atuando nas Operações de Interdições Marítimas (MIO – Maritime Interdiction Operations), no contexto da Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano – UNIFIL, contribuindo para a manutenção da paz na região.

Sobre a DGS RAPTOR

Projetada e construída no Rio de Janeiro, a Embarcação Tubular Rígida Híbrida (ETRH) DGS RAPTOR utiliza como matéria prima um composto termoplástico híbrido de alto peso e ultra-alto peso molecular, conferindo características exclusivas, como ter propriedade retardante a chama, ser insubmergível e ter elevada capacidade de absorver choques – o que a diferencia muito das embarcações construídas em materiais compósitos, fibra de vidro e alumínio.

Principais características técnicas e operacionais da DGS 888 RAPTOR:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

DGS 888 Raptor – Lancha blindada Multifunção com estação de armas giroestabilizada Remax

Uma publicação compartilhada por ESTRATÉGIA GLOBAL BLOG (@graanbarros) em

  • Alta velocidade
  • Alta estabilidade
  • Insubmergível
  • Material retardante a chamas
  • Grande facilidade de customização
  • Grande autonomia
  • Alta capacidade de manobra em lugares restritos
  • Baixo calado operacional
  • Capacidade de carga superior a 2.000 kg
  • Radar de alta definição
  • Cabines de comando blindadas abertas e fechadas, nível de proteção NIJ III – STANAG 01
  • Grande volume de fogo (2 pedestais compatíveis com metralhadoras calibre 0.50” / 7,62 mm na proa e popa e 2 pedestais para 7,62 mm em ambos os bordos)
  • Pacote eletro-óptico (FLIR) para imageamento diurno e
  • Infravermelho (Termal)
  • Elevada estabilidade lateral, o que facilita e otimiza o emprego do armamento instalado nos pedestais, bem como do armamento portátil
  • Baixo custo de operação e manutenção
  • Longo ciclo de vida

Fonte: Mkt e Comunicação da DGS Defense

Graciela Urquiza Mendes

Facebook Comments


Compartilhe