EGITO SE NEGA A RECEBER MINISTRO DAS RELAÇÕES EXTERIORES DO BRASIL APÓS DECLARAÇÃO DE BOLSONARO

  • bandeiras do brasil e egito
  • Brasil e Egito

A diplomacia do Egito cancelou a visita oficial que o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes faria ao país. A alegação dada pelos egípcios foi a de problemas com a agenda, mas esse tipo de visita sempre é agendada com muita antecendência. O motivo real foi a recente declaração do presidente eleito brasileiro que afirmou pretender mudar o local da embaixada do Brasil em Israel do centro econômico do país TelAviv para Jerusalém.

O  Brasil que mantem relações diplomáticas com o Egito desde 1924, possui hoje, superávit nas exportações de quase 2,2 bilhões anuais. O carro chefe das exportações é a carne bovina (24%), seguido dom minério de ferro (21%) e dos grãos, com 16% das exportações.

As declarações do presidente eleito demostram que há uma intenção clara de agradar aos Estados Unidos, mesmo que prejudiquem a balança comercial brasileira. Até agora, o único país que seguiu os americanos mudando sua embaixada para Jerusalém foi o Paraguai. Os países europeus, pelo contrário, são unânimes em considerar a mudança contraproducente ao processo de paz entre israelenses e palestinos.



Entretanto, como já fez inúmeras vezes quando confrontado com a realidade geopolítica, o presidente pode mudar de opinião.

Por Graan Barros

Facebook Comments


Compartilhe