ARTILHARIA EXECUTA, COM ECONOMIA E SEGURANÇA, MISSÕES SIMULADAS DE TIRO PARA ADESTRAMENTO DA TROPA

  • Obuseiros M114 AR foto do Sd Henckes

Santa Maria (RS) – No dia 27 de agosto, o 27º Grupo de Artilharia de Campanha (27º GAC) iniciou, nas instalações do Simulador de Apoio de Fogo (SIMAF) do Centro de Adestramento-Sul (CA-Sul), a Operação Monte Caseros, com o objetivo de aprimorar o adestramento por intermédio de missões de tiro simuladas.

Coordenada pelo Comando de Operações Terrestres (COTER), a operação, que se estenderá até o dia 31 de agosto, conta com 66 militares e quatro peças de obuseiro 155 mm, dotados de sensores.

Durante o exercício, serão praticadas tarefas inerentes aos subsistemas de observação, direção e coordenação de tiro, linha de fogo e comunicações, que compõem um Grupo de Artilharia de Campanha.



O Comandante do 27º GAC, Tenente-Coronel Gerson Ricardo Parzianello, destacou as vantagens da utilização da simulação, enfatizando a economia de recursos financeiros e a questão da segurança ao diminuir os riscos de acidentes.

Esse treinamento com simuladores visa, também, uma melhor preparação para a participação na Operação Coxilha, prevista para ocorrer na primeira quinzena do mês de outubro, quando será executada uma manobra de adestramento, com objetivo de capacitar todos os Grupos de Artilharia de Campanha e suas Baterias a atuarem de forma centralizada.

O uso de simuladores, além de aproximar cada vez mais o treinamento da realidade, também torna os exercícios militares mais econômicos em todos os aspectos e sua execução sempre é realizada com mais segurança.

Fonte: EB

Facebook Comments


Compartilhe