MEDVEDEV: SE A GEÓRGIA QUER SE JUNTAR A OTAN, ENTÃO PREPARE-SE PARA A GUERRA

  • Dmitry Medvedev

Dmitry Medvedev: entrada da Geórgia na OTAN pode provocar um “conflito terrível”

Às vésperas do décimo aniversário da guerra de cinco dias na Geórgia, que começou em 8 de agosto de 2008, o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, divulgou duramente uma possível a adesão da Geórgia à Otan, que poderia levar a consequências desastrosas.

“Isso [a adesão da Geórgia à Otan] pode provocar um conflito terrível. Não está claro por que isso é necessário”, disse ele em uma entrevista à rádio Kommersant FM que foi ao ar na segunda-feira.



O primeiro-ministro também notou que o conflito armado entre a Geórgia e a Ossétia do Sul, ocorrido em 2008 e que a Rússia aderiu, poderia ser evitado. “Não houve inevitabilidade”, disse Medvedev.

Em 12 de julho, o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, reafirmou a intenção da organização de aceitar a Geórgia na aliança, sem especificar quando exatamente isso poderia acontecer. Dez anos atrás, na cúpula da Otan em Bucareste, os líderes da aliança prometeram que a Ucrânia e a Geórgia acabariam se tornando membros da Otan.

O presidente russo, Vladimir Putin, por sua vez, disse que a Rússia consideraria “extremamente negativamente” uma maior expansão da Otan, incluindo a Geórgia e a Ucrânia.

Fonte: DefenceRu

Facebook Comments


Compartilhe