USS CORONADO (LCS 4) INICIA TESTES COM O “MQ-8C”

  • MQ-8C Fire Scout First Testing Underway Aboard LCS
    170409-N-RN789-001 PACIFIC OCEAN (April 09, 2017) An MQ-8C Fire Scout helicopter sits on the deck of Independence-class littoral combat ship USS Montgomery (LCS 8). Sailors and the Fire Scout testing team are underway conducting dynamic interface testing to verify the MQ-8C launch and recovery procedures and test interoperability between the unmanned helicopter and the ship. The MQ-8C Fire Scout is a larger variant than the MQ-8B and provides longer endurance, range and greater payload capability. (U.S. Navy photo by Command Master Chief Jacob A. Shafer/Released)
  • MQ-8C Fire Scout First Testing Underway Aboard LCS
    170409-N-RN789-004 PACIFIC OCEAN (April 09, 2017) Two MQ-8C Fire Scout helicopters sit in the hangar bay of Independence-class littoral combat ship USS Montgomery (LCS 8). Sailors and the Fire Scout testing team are underway conducting dynamic interface testing to verify the MQ-8C launch and recovery procedures and test interoperability between the unmanned helicopter and the ship. The MQ-8C Fire Scout is a larger variant than the MQ-8B and provides longer endurance, range and greater payload capability. (U.S. Navy photo by Command Master Chief Jacob A. Shafer/Released)

OCEAN DO PACÍFICO (NNS) – USS Coronado (LCS 4) iniciou testes operacionais do mais recente helicóptero não tripulado da Marinha, o MQ-8C Fire Scout, na costa de San Diego, em 15 de junho.

As operações são uma continuação dos testes operacionais do MQ-8C que começaram em abril. Esta próxima fase está testando a capacidade do MQ-8C de operar simultaneamente com outros ativos aerotransportados e navios de combate litorâneos. A capacidade aprimorada fornecerá aos comandantes uma imagem aprimorada e integrada de inteligência, vigilância e reconhecimento.

Coronado é um dos quatro navios de teste LCS designados e o comandante do navio diz que ele e sua tripulação estão empolgados em ajudar a avançar ainda mais a letalidade da Marinha.



“É um grande privilégio avançar na capacidade da Marinha de conduzir operações de veículos aéreos não tripulados”, disse o comandante. Lawrence Repass, comandante do USS Coronado.

As operações de bombeiros são um esforço de todo o navio, exigindo uma coordenação eficaz entre as entidades de aviação e de superfície a bordo.

“Seja garantindo que os links de dados necessários sejam funcionais, o pessoal da equipe de bombeiros está pronto para responder ou gerenciar o espaço aéreo e as fotos de contato; todos os marinheiros desempenham um papel nas operações do Fire Scout”, disse o tenente Josh Riley. oficial de sistemas de combate. “Esses marinheiros e esse teste ajudarão a moldar como a força de superfície utilizará os pontos fortes e as vantagens que esse recurso valioso traz para a mesa nos próximos anos.”

Durante a implantação do Coronado no Pacífico Ocidental (2016-2017, o navio usou com sucesso o MQ-8B Fire Scout como um sensor orgânico para atingir um alvo além do alcance visual usando um míssil superfície-superfície Harpoon.

Com esse sucesso recente em suas mentes, os marinheiros do LCS estão animados para o futuro emprego do MQ-8C Fire Scout, dizendo que a nova tecnologia aumentou a velocidade, um teto mais alto, mais que o dobro da resistência do combustível e uma capacidade de carga melhorada.

“Operar com o MQ-8C Fire Scout oferece desafios únicos, mas é o parceiro perfeito para um LCS”, disse o tenente Alex Giltz, oficial auxiliar de Coronado e um dos poucos oficiais de bordo que operaram com as duas versões do Fire Scout.

O LCS é um combatente de superfície de alta velocidade, ágil e de pouca profundidade, focado na missão, projetado para operações no ambiente litorâneo, mas totalmente capaz de operações em oceano aberto. Como parte da frota de superfície, o LCS tem a capacidade de combater e superar as ameaças em evolução de forma independente ou dentro de uma rede de combatentes de superfície.

Fonte: Marinha dos EUA

Facebook Comments


Compartilhe