PUTIN: PARA OBTER UM ACORDO DE PAZ, EUA, TURQUIA, IRÃ E HEZBOLLAH DEVERIAM SAIR DA SÍRIA

  • Bashar Al Assad em visita a Rússia

Um funcionário do Kremlin disse que a declaração do presidente Vladimir Putin sobre a necessidade de retirada das tropas estrangeiras da Síria se refere ao Irã e ao Hezbollah, entre outros.

Putin disse na reunião de quinta-feira com o presidente sírio, Bashar Assad, que um acordo político na Síria deveria encorajar países estrangeiros a retirar suas tropas da Síria.

Alexander Lavrentyev, enviado de Putin para a Síria, disse na sexta-feira que a declaração de Putin foi dirigida aos EUA e à Turquia, juntamente com o Irã e o Hezbollah.

A declaração de Lavrentyev marcou um raro momento em que Moscou falou sobre a necessidade de o Irã eventualmente retirar suas forças da Síria.

Rússia e Irã juntaram esforços para apoiar Assad. Moscou argumentou que suas tropas se mobilizaram para a Síria a convite do governo, enquanto a presença militar dos EUA e de outros países é ilegal.

Fonte: Associated Express, via Washington Post

Facebook Comments
Compartilhe