CAÇA RUSSO INTERCEPTA UMA AERONAVE DA MARINHA DOS EUA

Washington – Um avião de combate Su-27 russo realizou uma interceptação “não profissional” de um avião de vigilância da Marinha Americana P-8 enquanto voava no espaço aéreo internacional sobre o mar Báltico na terça-feira, disseram dois oficiais de defesa à CNN.

O jato russo chegou a cerca de seis metros da aeronave norte-americana, disse uma autoridade, acrescentando que o encontro durou cerca de nove minutos.

A interceptação foi descrita pelas autoridades como segura, mas não profissional, embora um oficial da Marinha dos EUA tenha dito à CNN que a Marinha não classifica oficialmente os encontros aéreos dessa maneira. A Marinha classifica interceptações de aviação simplesmente como seguras ou inseguras.

Tenente Cdr. Zach Harrell, porta-voz da US Naval Forces Europe, recusou-se a comentar o incidente específico, dizendo: “Navios e aeronaves da Marinha dos EUA interagem rotineiramente com unidades militares de outros países”.

Ele acrescentou que a Marinha forneceria informações sobre interações inseguras.

A última interceptação não profissional de um avião da Marinha dos Estados Unidos por um jato russo ocorreu em janeiro, quando um jato russo Su-27 voou a 1,5 metro de um EP-3 da Marinha dos EUA, forçando o avião da Marinha a voar.

A Marinha dos EUA considerou que interceptar inseguro e não profissional.

Na sequência desse incidente, o Departamento de Estado dos EUA emitiu uma declaração acusando os russos de “violar flagrantemente os acordos existentes e o direito internacional”.

Fonte: CNN

Facebook Comments
Compartilhe