RÚSSIA: ATAQUES DOS EUA ELIMINAM OBSTÁCULOS MORAIS PARA FORNECER SISTEMA S-300 PARA ASSAD

  • S-300 - 3

MOSCOU (Reuters) – Os ataques militares norte-americanos à Síria na semana passada eliminaram qualquer obrigação moral da Rússia de reter os sistemas de mísseis antiaéreos S-300 de seu aliado sírio Bashar al-Assad, disse o chanceler russo, Sergei Lavrov, na sexta-feira, a agência de notícias do estado.

Lavrov também foi citado como tendo dito que, antes dos ataques norte-americanos a alvos sírios, a Rússia havia dito às autoridades americanas que áreas da Síria representavam “linhas vermelhas” para Moscou, e que a ação militar dos EUA não cruzava essas linhas.

“Agora, não temos obrigações morais. Tivemos as obrigações morais, prometemos não fazê-lo há dez anos, penso eu, a pedido de nossos parceiros conhecidos”, disse ele de acordo com a RIA.



Ele também disse que estava convencido de que o presidente russo, Vladimir Putin, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não permitiriam um confronto armado entre seus dois países, informou a RIA.

Um comandante do Exército russo também disse que Moscou consideraria o fornecimento de sistemas de mísseis S-300 para a Síria após os ataques liderados pelos EUA.

Estados Unidos, França e Grã-Bretanha lançaram 105 mísseis na semana passada em retaliação a um ataque suspeito de gás venenoso por forças do governo em uma área controlada pelos rebeldes perto da capital.

De acordo com analistas militares, o sistema de mísseis superfície-ar S-300 melhoraria a capacidade da Rússia de controlar o espaço aéreo na Síria, onde as forças de Moscou apóiam o governo do presidente Bashar al-Assad e pode ter o objetivo de dissuadir a ação dos EUA.

(Reportagem de Maria Kiselyova; Escrita por Christian Lowe e Vladimir Soldatkin; Edição de Peter Graff e Hugh Lawson)

Fonte: Reuters

Facebook Comments


Compartilhe