USNS BRUNSWICK PARTICIPA DA MISSÃO HUMANITÁRIA PACIFIC PARTNERSHIP 2018

  • USNS Brunswick (T-EPF-6) foto Bill Mesta
  • Pacific Partnership 2018 logo

APRA HARBOR, Guam – Os marinheiros que participarão da Pacific Partnership 2018 (PP18) partiram de Guam a bordo do navio de transporte rápido expedicionário Military Sealift Command (USN) Brunswick (T-EPF 6) em 19 de março, com destino a primeira parada da missão em Yap. Estados Federados da Micronésia.

A Pacific Partnership, agora em sua 13ª iteração, é a maior missão anual de ajuda humanitária multilateral e assistência a desastres (HA / DR) realizada região do Indo-Pacífico. O objetivo do PP18 é melhorar a coordenação regional em áreas como prontidão médica e prontidão para desastres naturais e provocados pelo homem.

“A Pacific Partnership oferece oportunidades para melhor se preparar e responder a um desastre e melhorar as relações nas comunidades. Estou confiante de que faremos uma diferença positiva na vida de milhares de pessoas em toda a Micronésia e Sudeste Asiático. Agora, mais do que nunca, é fundamental promover essas parcerias para estar melhor preparado para trabalhar juntos no futuro “, disse o capitão Peter Olive, vice-comandante da missão da Pacific Partnership em 2018.

Brunswick e o navio-hospital USNS Mercy (T-AH-19) visitarão diferentes nações do Indo-Pacífico durante o curso do PP18. Aumentando o alcance e o escopo do PP18, os participantes e contrapartes da nação anfitriã realizarão intercâmbios técnicos especializados em assistência médica, de engenharia, assistência humanitária e assistência a desastres. Além disso, os principais líderes e os eventos de envolvimento da comunidade permitirão o envolvimento direto com os cidadãos locais e relacionamentos aprimorados com a liderança militar e governamental da nação parceira.

A Pacific Partnership 2018 é composta por mais de 800 militares dos EUA e aliados junto com organizações não governamentais, trabalhando lado a lado com as partes do país anfitrião para estarem melhor preparados para a ajuda humanitária e situações de resposta a desastres.

Fonte: Marinha dos EUA

Facebook Comments
Compartilhe