REBELDES USAM CESSAR FOGO EM GHOUTA PARA ATACAR FORÇAS DO GOVERNO SÍRIO

  • CORREDOR HUMANITÁRIO ABERTO PELA RÚSSIA E FORÇAS PRÓ-ASSAD
    Corredor humanitário criado pela Rússia e Governo Sírio

Grupos militantes que operam no Ghouta Oriental interromperam a primeira pausa de cessar-fogo de cinco horas na região e usaram-na para lançar uma ofensiva contra as forças governamentais, afirmou o Centro Russo de Reconciliação (RCR) em 27 de fevereiro.

“Durante a pausa humanitária, militantes dos grupos armados continuaram a atacar as posições das forças governamentais na vizinhança dos assentamentos de Khazram e Nawabiya, e depois das 13:00 começaram uma ofensiva em outros destinos. Essas ações foram acompanhadas por intenso fogo de artilharia e fogo de armas pequenas “, disse o chefe do RCR, o major-general Yuri Yevtushenko.

“Os militantes não deixam ninguém sair”, disse ele, enfatizando que a situação militar no terreno é “complicada”.



De acordo com o major-general Yevtushenko, militantes estiveram conduzindo bombardeios a cada 30 minutos durante a pausa humanitária. Ele pediu aos grupos militantes que observem o cessar-fogo e não impeçam que as pessoas fujam para áreas seguras.

As pausas humanitárias diárias em Eastern Ghouta foram anunciadas pelo Ministério da Defesa da Rússia em 26 de fevereiro. A primeira pausa ocorreu no dia 27 de fevereiro. O objetivo do esforço é permitir a maior parte dos civis evacuar da área de combate.

Na semana passada, o exército árabe sírio e seus aliados lançaram uma operação militar contra militantes que operam em Eastern Ghouta.

Fotos principal mostra um corredor humanitário aberto por forças governamentais para civis em Ghouta Oriental.

Fonte: South Front

Facebook Comments


Compartilhe