MARINHA DOS EUA PLANEJA TER 355 NAVIOS DE GUERRA EM 2050

A Marinha dos Estados Unidos apresentou ao Congresso, em 12 de fevereiro, o plano a longo prazo para aquisição de navios. O Plano de Aquisição de Navios de 30 anos é um relatório que descreve os planos de construção naval da Marinha para o período de 2019-2048 e concentra-se em estabelecer os requisitos necessários para construir e sustentar a base industrial doméstica.

O plano está em concordância com a Estratégia de Defesa Nacional para alcançar uma força mais letal, flexível e ágil, e serve como um roteiro para alcançar uma frota de 355 navios até o início da década de 2050, de forma mais rápida e com um investimento agressivo de recursos.

O plano persegue estratégias de construção de navios de forma mais rápida e priorizar a base industrial dos EUA. O plano apoia o esforço global da força para construir uma marinha para proteger a pátria, defender os interesses dos EUA e seus aliados no exterior e manter a influência estratégica americana no mundo.



Os pontos principais:

* Diminuir o intervalo de construção de “CVNs” (Porta-Aviões Nucleares) de 5 para 4 anos após a conclusão do CVN 82 (ainda não batizado). O objetivo é de chegar ao número de 12 navios operacionais.

* Construir 12 Submarinos Nucleares Lançadores de Mísseis Balísticos (SSBN) da classe Columbia em apoio à Revisão da Postura nuclear (NPR) nos requisitos de dissuasão STRATCOM.

WASHINGTON (14/12/ 2016) ilustração do Oficial de 1ª classe Armando Gonzales

* Estabelecer um padrão estável de dois submarinos de ataque por ano (SSN).

* Estabelecer um padrão estável de 2,5 anos para lançar Destroyers de Mísseis Guiados (DDG), além de um navio adicional em FY2022.

USS Mahan (DDG 72) foto US Navy

* Estabelecer um padrão estável de dois LCS e FFG por ano a partir do FY2022, acomodando a transição para FFG (X).

* Aumentar o ritmo da produção de navios anfíbios para apoiar uma força de 12 navios LHD / LHA de uma letalidade modernizada em FY2033, FY2036 e FY2039.

Facebook Comments


Compartilhe