EXÉRCITO LIVRE DA SÍRIA DIZ TER SIDO ATACADO COM GÁS CLORO PELOS CURDOS

O Exército Livre da Síria (FSA), formado por militares desertores do Exército Árabe da Síria afirmou em sua conta oficial de Twitter, que 12 de seus combatentes ficaram feridos gravemente, quando foram atingidos por uma granada de morteiro com gás de cloro por forças curdas do YPG.

O YPG (Unidades de Proteção Popular) é o braço armado do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) grupo terrorista da Turquia luta para se separar da Turquia e criar o Curdistão em uma área que abrange parte da Turquia, Síria, Iraque e Irã.

Execução de civis na Síria:

Ataque do PKK com carro-bomba que atingiu um casamento na Turquia:

 

Facebook Comments
Compartilhe