BATIDA A QUILHA DO USNS MIGUEL KEITH

  • USNS Miguel Keith T-ESB 5 (CONCEPÇÃO ARTÍSTICA)
  • Concepção artística do MLP AFSB com partida V-22 Osprey

SAN DIEGO (NNS) – O futuro USNS Miguel Keith (ESB 5) realizou uma cerimônia de batimento de quilha em 30 de janeiro, no estaleiro General Dynamics NASSCO, em San Diego.

O batimento de quilha é o reconhecimento formal do início da construção de um navio. É a junção dos componentes modulares de um navio e a colocação das iniciais do navio em uma placa cerimonial.

“Uma quilha em colocação é o primeiro grande marco na construção de um novo navio”, disse o capitão Scot Searles, gerente de programa Strategic Sealift e Theatre Sealift, Navio do Programa Executive Office (PEO). “A quilha é a espinha dorsal simbólica do navio. Nos próximos meses, o ESB 5 começará a tomar forma e aguardo com expectativa o seu progresso enquanto continuamos construindo este navio versátil”.



Os ESBs [(Expeditionary Mobile Base) Base Móvel Expedicionária] são plataformas modulares altamente flexíveis que são otimizadas para suportar uma variedade de missões marítimas, incluindo operações de apoio às Forças de Operações Especiais, além de apoio humanitário e manutenção de missões militares tradicionais. Os ESB incluem um convés de quatro pontos e um hangar de missão versátil e são projetados em torno de quatro recursos principais: instalações de aviação, atracação, suporte de teste de equipamentos e ativos de comando e controle. Os ESBs funcionarão como o comando componente para fornecer a frota da Marinha dos EUA uma infra-estrutura de acesso crítico que suporte a flexível implantação de forças e suprimentos.


A classe Montford Point é composta por cinco navios em duas variantes em apoio da Força Marítima de Preposicionamento. USNS Montford Point (T-ESD 1) e USNS John Glenn (T-ESD 2) foram entregues e estão atualmente em serviço. A primeira variante ESB, USS Lewis B. Puller (ESB 3), foi entregue à frota em 2015 como um navio USNS. Em agosto de 2017, o navio foi contratado como navio USS na estação no Bahrain. O USNS Hershel “Woody” Williams (ESB 4) foi batizado em outubro e deverá entregar ao Comando de Sealift Militar no final de fevereiro.

Como uma das maiores organizações de aquisição do Departamento de Defesa, a PEO Ships é responsável pela execução do desenvolvimento e aquisição de todos os destroyers, navios anfíbios, navios especiais de missão e apoio e barcos e embarcações.

Fonte: Marinha dos EUA

Facebook Comments


Compartilhe