SISTEMA NORTE-AMERICANO PATRIOT É INCAPAZ DE INTERCEPTAR MÍSSIL DOS HOUTHIS

  • trajectory3-Artboard_3
  • Bulent Kilic

As declarações de que os sistemas de defesa antimíssil Patriot destruíram em novembro um míssil balístico a nordeste de Riad podem ser falsas, informou o jornal New York Times.

Em 4 de novembro, foi relatado que os sistemas de defesa antimíssil Patriot da Arábia Saudita, fornecidos pelos EUA a Riad, interceptaram um míssil balístico a nordeste de Riad, lançado pelos rebeldes iemenitas.

O presidente dos EUA Donald Trump, comentando o incidente, afirmou que o sistema norte-americano cumpriu a sua missão com êxito. “Eis o que podemos fazer. Ninguém pode produzir o que nós fazemos. Além disso, vendemos isso a todo o mundo”, declarou ele.



Entretanto, o New York Times, com base na análise de vídeos e fotos, considera que o míssil rompeu a defesa aérea e explodiu perto do aeroporto de Riad. Segundo o jornal, os fragmentos encontrados do míssil não continham elementos da ogiva. O mais provável é que durante o voo a ogiva se tenha separado do corpo do míssil e sido atingida pelo sistema de defesa antimíssil. O míssil continuou o seu voo e caiu próximo do aeroporto. Testemunhas disseram ter visto uma forte explosão. Além disso, o jornal publicou imagens de satélite que mostram um escurecimento no local da alegada explosão e fotos captadas a partir do solo, onde se observa fumaça.

O jornal lembrou que anteriormente o governo dos EUA já sobrestimava a eficácia dos Patriot. Durante a Guerra do Golfo, o Pentágono declarava a quase total destruição dos mísseis iraquianos R-17 de produção soviética.  Estudos subsequentes revelaram que quase todas as tentativas de intercepção desses mísseis tinham sidos fracassadas.

Fonte: Sputnik News sobre informações do New York Times

Abaixo, podemos ver a salva de 4 mísseis do sistema Patriot lançadas para a abater o míssil Scud

Os vídeos em mídias sociais mostraram fumaça subindo de uma área perto do Aeroporto Internacional King Khalid de Riyadh.

Facebook Comments


Compartilhe