MARINHA DO BRASIL REALIZA OPERAÇÃO DRAGÃO 2017

  • Navio Doca Multipropósito Bahia. Foto: MB
  • Navio de Desembarque de Carros de Combate Almirante Saboia

A Marinha do Brasil (MB) realiza, no período de 3 a 9 de dezembro, a 38ª edição da “Operação DRAGÃO”, na área compreendida entre Rio de Janeiro (RJ) e Vitória (ES). Participam do exercício cerca de 2.200 militares, navios e aeronaves do Comando em Chefe da Esquadra, dos Comandos do 1º e do 2º Distritos Navais, da Força de Fuzileiros da Esquadra e do Comando do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais.

A “DRAGÃO” é um exercício em que as forças navais e de fuzileiros navais se adestram na execução de uma operação anfíbia de alta complexidade, em todas as suas fases, após terem se exercitado ao longo do ano em exercícios preparatórios individuais e em conjunto, por intermédio dos quais o conjugado anfíbio da MB (desembarque de fuzileiros navais de navios) se mantém em alto grau de prontidão.

Navio de Desembarque de Carros de Combate Almirante Saboia



 A Força-Tarefa é comandada pelo Contra-Almirante Paulo César Colmenero Lopes, Comandante da 1ª Divisão da Esquadra (ComDiv-1), sendo composta pelos seguintes meios: Navio Doca Multipropósito “Bahia” (G40), Navio de Desembarque de Carros de Combate “Almirante Saboia” (G25), Fragata “Liberal” (F43), Fragata “União” (F45), Fragata “Greenhalgh” (F46), Rebocador de Alto Mar “Almirante Guillobel” (R25), os Navios Patrulha “Macaé” (P70) e “Gurupá” (P46), os Navios Varredores “Atalaia” (M17) e “Albardão” (M20), as Embarcações de Desembarque “Camboriú” (L12), “Marambaia” (L20), e as Embarcações de Desembarque de Viaturas “Cagarras” (807) e “Cataguazes” (808), além das aeronaves Skyhawk AF-1, Seahawk SH-16, Super Cougar UH-15 e Esquilo UH-12.

O “Dia D” da operação está previsto para acontecer no dia 6 de dezembro, com abicagem na Praia de Itaoca (ES) e desembarque de meios e de pessoal. Nesse dia, a ação envolverá a utilização de Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf), das Embarcações de Desembarque de Carga Geral (EDCG) e Embarcações de Desembarque de Viaturas e Material (EDVM) e de helicópteros Super Cougar (UH-15).

 A “Operação DRAGÃO” também tem por objetivo colher subsídios para o desenvolvimento da doutrina em termos táticos, técnicos e dos procedimentos empregados em Operações Anfíbias, a fim de manter o grau de prontidão das unidades da Esquadra e da Força de Fuzileiros da Esquadra, além de contribuir para o preparo dos Comandos e Organizações Militares envolvidos no exercício.

Os navios, após a operação, estarão atracados nos Portos de Vitória e Salvador, de 10 a 12 de dezembro, ficando abertos para visitação pública nos dias 10 e 11, das 14h às 19h.

Fonte: COMANDO DA 1ª DIVISÃO DA ESQUADRA

Facebook Comments


Compartilhe