FAB APOIA EXERCÍCIO LOGÍSTICO MULTINACIONAL

  • Cinco C-105 realizam transporte de pessoal

A FAB está empregando diversas aeronaves no exercício que tem foco na realização de ações humanitárias

A Força Aérea Brasileira (FAB) está participando do AMAZONLOG17, inédito Exercício Logístico Multinacional Interagências na América do Sul, realizado em Tabatinga (AM), na tríplice fronteira entre Brasil, Colômbia e Peru. O exercício segue até o dia 13 de novembro e o objetivo é realizar ações humanitárias e de preservação do meio ambiente, baseadas na cooperação internacional.

A FAB está contribuindo com o apoio de oito aeronaves, sendo um C-767, um C-130, cinco C-105 e um C-97, visando a mobilização de pessoal da própria FAB, do Exército Brasileiro (EB), da Marinha do Brasil (MB), de Oficiais de Nações Amigas, da imprensa e de agências governamentais, como a ANVISA, o IBAMA e a FUNAI.



Além disso, a Ala 8, localizada em Manaus (AM) está prestando apoio ao C-130 da Força Aérea dos Estados Unidos que, todos os dias, decola para fazer a mobilização e a desmobilização dos militares envolvidos.

Mas a participação começou bem antes, com o “Exercício de Mesa”, uma reunião preparatória realizada em Manaus (AM), no período de 28 de agosto a 01 de setembro. A FAB também transportou militares para o início do exercício, que começou nessa segunda-feira (06/11). “O nosso envolvimento principal é o apoio na mobilização e desmobilização. O Esquadrão Corsário levou grande parte do efetivo do Exército no trecho do Rio de Janeiro e de Brasília para Manaus”, disse o Tenente Aviador Edgard Gomes Almeida.

Cerca de dois mil militares e civis participam das atividades

Atividades

O AMAZONLOG17 é um exercício promovido pelo Exército Brasileiro e envolve atividades de transporte, logística, manutenção, suprimento, evacuação e engenharia. Durante o treinamento são realizadas simulações do preparo da área, do atendimento aos feridos e da evacuação do local, em caso de catástrofes, por exemplo, que requer o planejamento logístico de deslocamento de equipamentos, suprimentos e equipes até o local da ação.

Cerca de dois mil militares e civis participam do exercício, sendo 1.550 do Brasil; 150 da Colômbia; 120, do Peru; e 30, dos Estados Unidos, além de representantes de outros países, como Alemanha, Rússia e Japão.

Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente João Elias

Facebook Comments
Compartilhe