ARÁBIA SAUDITA PEDE PARA BRASIL DIMINUIR PRODUÇÃO DE PETRÓLEO

  • Laura Korobkova

Procurado pela Arábia Saudita, o Brasil negou diminuir sua produção de petróleo para frear a queda do preço do produto no mercado internacional.

As informações são da Folha de S. Paulo.

“Eles estão preocupados com o crescimento da produção do Brasil. A gente já explicou por que o Brasil não pode fazer isso [cortar a produção de petróleo]”, disse o secretário de petróleo e gás do ministério de Minas e Energia, Márcio Félix.



Felix afirmou que o Brasil tem sido “sondado” sobre uma possível redução na produção. O último contato saudita foi realizado por um assessor do ministro de Energia, Khalid Al-Falih.

A produção nacional de petróleo atualmente está em 2,65 milhões de barris por dia. Com o recente leilão de áreas do pré-sal para multinacionais, entretanto, a produção deve aumentar ainda mais.

Após atingir a marca de US$ 130 antes da crise de 2008, o barril de petróleo hoje custa US$ 57.

Para aumentar o preço da commodity, os países membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e alguns convidados concordaram no fim de 2016 em diminuir a produção.

Apesar das expressivas reservas, o Brasil não faz parte do órgão de produtores de petróleo.

Há uma nova reunião da Opep agendada para o fim deste mês e há a expectativa de que a contenção da produção seja mantida.

Fonte: Sputnik News

Facebook Comments
Compartilhe