EUA CONCORDAM EM VENDER SISTEMA ANTIMÍSSEIS THAAD PARA ARÁBIA SAUDITA

  • THAAD-Launch
    A successful intercept test for the Terminal High Altitude Area Defense (THAAD) missile defense element is conducted at the Pacific Missile Range Facility on the island of Kauai in Hawaii Jan. 27.
  • thaad

O governo dos EUA aprovou a possível venda para a Arábia Saudita de um sistema de defesa de mísseis avançado no valor de US $ 15 bilhões, disse o Pentágono.

O THAAD, que já foi fornecido para os vizinhos da Arábia Saudita: Qatar e os Emirados Árabes Unidos, é uma das baterias anti-mísseis mais capazes do arsenal norte-ameircano e vem equipado com um sistema de radar avançado.

Arábia Saudita pediu para comprar 44 lançadores THAAD e 360 mísseis, bem como estações de controle e radares.



“Esta venda promove a segurança nacional e os interesses de política externa, e apoia a segurança a longo prazo da Arábia Saudita e da região do Golfo, em face de ameaças regionais iraniana e outros”, disse a agência de Defesa Cooperação de Segurança do Pentágono em um comunicado na sexta-feira.

A venda seguir em frente se o Congresso dos EUA não se opuser no prazo de 30 dias.

Recente de implantado pelos militares dos EUA na Coreia do Sul para proteger contra um possível ataque norte-coreano, o THAAD atraiu protestos de Pequim, que temiam que seus sensores seriam capazes de penetrar no espaço aéreo chinês e perturbar o equilíbrio de poder.

Mas o Departamento de Estado disse que iria aconselhar o Congresso que, nas mãos da Arábia Saudita, o sistema iria agir para estabilizar a situação no Golfo e ajudar a defender as forças na região e os aliados dos EUA.

“A venda proposta deste equipamento e apoio não vai alterar o equilíbrio militar básico na região”, disse.

A gigante aeroespacial Lockheed Martin é o contratante principal para o sistema THAAD, com a Raytheon Co desempenhando um papel importante na sua implantação.

Fonte:  Al Jazeera

Obs.:

A tentativa da Arábia Saudita de adquirir sistemas de defesa antiaéreos norte americanos vêm se arrastando há algum tempo. Os motivos para demora dos americanos são originados nas recentes ações do Reino Saudita no conflito do Iemem e no Catar.

Nessa semana, porém, houve uma reviravolta. Após visita do Rei Salmam a Rússia, o Kremlim noticiou que os dois países haviam fechado contrato acerca do Sistema russo S-400. A resposta americana veio ontem, com a autorização do Departamento de Defesa para a aquisição do THAAD pelos sauditas.

Link do Departamento de Defesa

Facebook Comments


Compartilhe