TRUMP DEMITE STEVE BANNON, EMINÊNCIA PARDA DA SUA ADMINISTRAÇÃO

  • FOTO: Evan-Vucci

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump demitiu, hoje, o conselheiro e estrategista Steve Bannon. A demissão foi anunciada pela porta-voz da Casa Branca, Sara Sanders.

Apesar de ser uma espécie de eminência parda da administração Trump, o Bannon estava sempre na mira dos adversários políticos, por sua proximidade com grupos da Extrema-Direita dos EUA, como os Supremacistas Brancos, Klan ou mesmo Neonazistas.

Estranhamente, aqui no Brasil, talvez por falta de conhecimento ou má fé, uma verdadeira multidão de internautas afirma que, pasmem, neonazismo é um movimento oriundo da esquerda política. A presente matéria pode esclarecer um pouco esse erro.



Bannon, teria aconselhado o presidente Trump a mudar o discurso que condenava somente os racistas que participaram da passeata em Charlotesville, mudando-o para um que condenasse os dois lados. Em um atitude contraditória, ele chegou até a dar uma entrevista a American Prospect afirmando que os supremacistas brancos e os neonazis em Charlottesville eram um elemento “marginal” da extrema direita que deveria ser derrotado, mas já era tarde para ele.

Por Graan Barros

Facebook Comments


Compartilhe