KIM JONG-UM NÃO PRECISA ATACAR GUAM – ELE JÁ GANHOU

  • 0-105

Quando a Coréia do Norte afirmou na quarta-feira a intenção de planejar um ataque de mísseis dirigida a Guam, a ousada ameaça não foi conclusiva, ou seja, deixa “vários pontos em aberto, inclusive, a opção de não atacar”, afirmou Robert Carlin, ex-chefe da Divisão do Nordeste da Ásia no Departamento de Inteligência e Pesquisa do Departamento de Estado.

Mas quando o presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que os EUA responderiam à próxima ameaça norte-coreana com “fogo e fúria como o mundo nunca viu“, ele não foi dúbio. Em vez disso, ele prometeu responder à próxima provocação da Coréia do Norte com o que muitos supõe ser o poderio nuclear.

Carlin, bem como outros especialistas sobre “Coréia do Norte” concordaram que o líder norte-coreano Kim Jong-Un provavelmente decidirá por não disparar os mísseis, pois eles não são confiáveis e apresentam um grande risco se falharem.



Se a Coréia do Norte segue ou não com a sua ameaça, que na verdade é apenas um plano de ataque, Kim já conseguiu dar um duro golpe na credibilidade dos EUA e expor Trump publicamente.

Fonte: BU – Alex Locke

Facebook Comments
Compartilhe