JORNAL AMERICANO AFIRMA QUE TRUMP NÃO VAI MAIS FINANCIAR GRUPOS ANTI-ASSAD

  • President Donald Trump delivers the Address to Congress
    President Donald Trump delivers the Address to Congress on Tuesday, February 28, 2017, at the U.S. Capitol. This is the President's first Address to Congress of his presidency. Official White House Photo by Shealah Craighead

Segundo o Jornal norte-americano, Washington Post o presidente Donald Trump vai encerrar o programa “secreto” da CIA que armou rebeldes sírios anti-Assad,[1] incluindo o Jabhat Fateh al-Sham, grupo sunita que também já foi conhecido como Frente Al Nusra e originalmente, Al-Qaeda na Síria.

Acusado pelos russos de fomentar a guerra civil na Síria, pois não tinha por objetivo principal destruir o DAESH (Estado Islâmico), o programa que gastou mais de 50 milhões de dólares do contribuinte americano foi iniciado pelo governo Barak Obama em 2013.

Países da Europa também contribuíram com outros grupos, entre eles os “Capacetes Brancos” que são um braço da citada: Jabhat Fateh al-Nusra. Outro grupo financiado é o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, que tem sede em Genebra e de onde saem boletins que são divulgados pela CNN e toda mídia ocidental como se fossem produzidos por uma agência de notícias tradicional e plenamente confiável.



A mídia europeia, mais crítica do que a americana, analisou o governo Trump como uma montanha russa de mudanças de posições. Basta lembrar que ao assumir o governo, Trump afirmou ao próprio Washington Post que os Estados Unidos deveriam se preocupar em destruir o Estado Islâmico ao invés de tentar derrubar o presidente sírio, Bashar Al Assad. [2]

Segundo, o Le Monde [3], essa postura desagradou os militares americanos e Trump atento a isso, tratou logo de modificar sua posição e se virou contra Assad, aceitando se submeter aos planos e roteiros requentados da CIA e do Pentágono usados na guerra contra Saddam Hussein, como se observou no estranho episódio do uso de armas químicas contra civis, por um governante que estava sobre grande pressão internacional.

Por Graan Barros

[1]https://www.washingtonpost.com/world/national-security/trump-ends-covert-cia-program-to-arm-anti-assad-rebels-in-syria-a-move-sought-by-moscow/2017/07/19/b6821a62-6beb-11e7-96ab-5f38140b38cc_story.html?utm_term=.2b778a17c1f6

[2]http://estrategiaglobal.blog.br/2016/11/trump-eua-deveriam-se-preocupar-em-acabar-com-estado-islamico-ao-inves-de-derrubar-assad.html

[3]http://diplomatique.org.br/o-estado-profundo/

 

Facebook Comments
Compartilhe