QUAL O OBJETIVO DO ATAQUE DOS ESTADOS UNIDOS CONTRA A SÍRIA?

  • image_large

Qual o objetivo do ataque dos Estados Unidos contra a Síria? Essa pergunta tem sido feita por inúmeros analistas no mundo inteiro. O leitor poderá pensar: mas não foi para retaliar o ataque com armas químicas feito contra civis indefesos, incluindo crianças, feito pelo governo sírio? Porém, o que a imprensa ocidental afirma ser um fato, quase sempre buscando informações no Observatório Sírio dos Direitos Humanos (Oposição síria financiada por Londres) pode e deve ser confrontada com o outro lado da história. Não é o papel da imprensa?

Se o ataque com armas químicas tiver sido realmente aprovado por Assad o presidente sírio não entrará para a história como um assassino cruel, mas como o pior estrategista de todos os tempos. Vejamos: nunca a vitória do governo Assad, contra os seus rivais, esteva tão próxima de ser alcançada. Antes, muitos diziam que o mapa da Síria não seria mais o mesmo, partes importantes seriam divididas entre as inúmeros grupos envolvidos na luta pelo poder, mas o que vemos hoje são cidades importantes como Allepo e Latakia e cidades de maioria cristãs como Al-Karyatein e Homs , que historicamente apoiam Assad sendo devolvidas aos seus habitantes.

Para reconquistar essas cidades, além de enfrentar os combatentes, foi necessário enfrentar a mídia europeia e americana, principalmente a CNN, que usou vídeos de pessoas ligadas a Al-Nusra (Al Qaeda na Síria) revelando supostos massacres de civis, realizados pelo Exército regular da Síria para recuperar a cidade de Aleppo. Passou o tempo e nenhum massacre foi confirmado e todos os que fizeram as denúncias foram retirados da Síria por comboios de ônibus disponibilizados pela Rússia. Até mesmo uma menina que pasmem, dizia transmitir o dia-a-dia a partir da sua casa foi retirada e agora está na Turquia, nos braços de Erdogan, que financia parte dos rebeldes na Síria.



Enfim, certamente o ataque dos Estados Unidos teve um propósito que certamente não foi humanitário, como afirma Donald Trump, presidente dos EUA, nação que já usou armas químicas contra civis indefesos no Vietnam ou bombas nucleares contra cidades com maioria de civis no Japão na época da Segunda Guerra Mundial. O ataque pode ter uma finalidade: modificar o rumo da guerra no momento em que a vitória pode estar próxima de Assad e enfraquecer a aliança Síria-Rússia-Irã. A aliança Estados Unidos-Israel-Arábia Saudita (Sunitas) está ativa e não pensa em jogar a toalha ainda.

Por Graan Barros

Vídeo realizado por um drone russo, do aeródromo sírio atingido por mísseis de cruzeiro dos Estados Unidos. O Ministério da Defesa afirmou no dia de ontem que dos 59 mísseis Tomahaws lançados pelo navios americanos apenas 23 atingiram o alvo. Como resultado, seis caças foram destruídos e 10 soldados e nove civis, incluindo quatro crianças, morreram.

drone. 

 

 

Facebook Comments


Compartilhe