PELA PRIMEIRA VEZ, O F-35B DISPARA O SEU CANHÃO MONTADO EM UM “POD” EM VOO

  • A002_C005_0221YR
    BF-1 Flt 645 piloted by Maj John Dirk fires the F-35 Gunpod for the first time airborne on the F-35B on 21 Feb 2017, the test was flown from NAS Patuxent River, MD

Pela primeira vez o F-35B pôde disparar seu canhão, montado em um pod na fuselagem, em pleno voo. Há diversos vídeos na internet, mas a aeronave está pousada. O teste atual foi realizado na Estação Aeronaval de Patuxent River, em 21 de fevereiro, informou o site, The Drive.

O articulista do site indaga sobre a capacidade e o poder de fogo, tanto do canhão interno como o da versão testada recentemente, montado em um pod na fuselagem do F-35B. Para isso, ele relembra as informações colhidas em um memorando de Michael Gilmore, diretor de testes do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, como segue abaixo:

” Todos os três modelos do F-35 estão ‘em risco de não terem uma arma funcional e precisam de tempo para os testes de combate porque as deficiências significativas, descobertas durante os testes iniciais em 2015, exigem modificações múltiplas antes que o teste de precisão possa começar”.



“O F-35 provavelmente não será capaz de testar seu sistema de mira no capacete até pelo menos 2018 (agora possivelmente 2019), com os atrasos de software e hardware que continuam a acontecer, mesmo que a Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) tenha prometido que o sistema esteja operacional até 2017.”

Aeromodelismo na prática

Talvez o ponto mais controverso seja mesmo a degradação da capacidade furtiva do F-35 com o pod, mesmo que este tenha sido projetado pensando nesse aspecto. Será que ele não aumentará a superfície detectável da aeronave? Já no aspecto aerodinâmico, indaga-se se o pod ocasionará aumento de arrasto.

Facebook Comments


Compartilhe