ARSENAL DE MARINHA COMPLETA 253 ANOS DE FUNDAÇÃO

  • 050117-3

O Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ) realizou uma cerimônia alusiva aos 253 anos de sua fundação, completados em 29 de dezembro. Fundado em 1763, o Arsenal é a organização militar mais antiga da Marinha do Brasil. A Ordem do Dia destacou a história e os grandes feitos de Engenharia no AMRJ, a começar pela construção da Nau “São Sebastião”, em 1767, e passando pelas Fragatas Classe “Niterói”, Corvetas Classe “Inhaúma” e Submarinos Classe “Tupi”, até a Corveta “Barroso”, último grande projeto de construção naval, de 2008.

Entre as realizações de 2016, o Diretor do AMRJ ressaltou a conclusão do Período de Manutenção Extraordinária do Navio Tanque “Almirante Gastão Motta”; a prontificação e a entrega ao Setor Operativo do Submarino “Tupi”; a prontificação das Corvetas “Júlio de Noronha” e “Jaceguai” para experiência de máquinas; a prontificação do Navio de Apoio Oceanográfico “Ary Rongel” e do Navio Polar “Almirante Maximiano” para a XXXV Operação Antártica; a fabricação de uma chata de óleo para a Estação Antártica Comandante Ferraz; e o projeto e a fabricação da nova porta-batel do dique Santa Cruz, entre outras.

Durante a cerimônia, também foram realizadas homenagens às Praças e aos Servidores Civis Padrão de 2016, com a entrega de diplomas e prêmios. Ao todo, nove Praças e 15 Servidores Civis foram reconhecidos pelo comprometimento com a instituição, recebendo, junto com a premiação, o agradecimento formal e o elogio público do Diretor do AMRJ.



Fonte: Marinha do Brasil

Facebook Comments
Compartilhe