DAMASCO ACEITA DECLARAÇÃO DOS EUA E RÚSSIA SOBRE CESSAR-FOGO

  • Bashar Al-Assad AFP-SANA

As autoridades sírias concordaram com as condições dos EUA e Rússia de cessar as ações militares em determinados territórios, ao mesmo tempo que prosseguem os esforços militares para combater os agrupamentos terroristas Daesh e Frente al-Nusra, notificou a agência síria SANA citando um comunicado do governo.

“A República Árabe Síria declara o seu consentimento em parar as ações militares, continuando a luta contra o Daesh e Frente al-Nusra e outras organizações terroristas no âmbito da declaração russo-americana”, diz-se no comunicado do Ministério do Exterior sírio.

Além disso, o governo sírio afirmou que está disposto a coordenar as ações com as autoridades russas para definir os territórios em que as ações militares serão paradas, bem como definir os grupos que vão participar da trégua.

Damasco anunciou o seu direito de responder a quaisquer violações do cessar-fogo por parte dos agrupamentos armados.

Na segunda-feira (22) foi publicada a declaração conjunta dos EUA a Rússia sobre a Síria, segundo a qual o cessar-fogo entre as tropas do governo sírio e os grupos armados da oposição deve começar em 27 de fevereiro, não sendo no entanto este aplicado ao Daesh, Frente al-Nusra e outras organizações que a ONU considera como terroristas.

Fonte: Sputnik

Facebook Comments
Compartilhe