DOSSIÊ: SEAHAWK NA MARINHA DO BRASIL

Desenvolvido a partir do Blackhawk, o Seahawk é um helicóptero naval multimissão desenvolvido e fabricado pela empresa norte-americana, Sikorsky. 

 
Foto: Rogerio Miccuci
 
Na Marinha do Brasil o Seahawk realiza missões ASW (antisubmarina), empregando sonar e torpedos Mark.44 e em missões ASuW (antinavio) está armado com mísseis AGM-119b Penguin MK.2 Mod.7 de origem norueguesa. 
Os Seahawk estão substituindo paulatinamente os SH-3 Sea king, fabricado pela mesma Sikorsky.
 
28 de maio de 2008
 
Marinha assina carta de aceitação e oferta junto ao governo dos EUA para a aquisição de quatro Seahawks.
 
22 de dezembro de 2010
 
Assinado o contrato de aquisição de oito mísseis Penguin.
 
7 de setembro de 2011
 
Voa o primeiro MH-16 da Marinha na empresa Sikorsky nos EUA.
 
 
29 de julho de 2012
 
Chegam os primeiros MH-16 para a Marinha do Brasil.
 
 
13 de setembro de 2012
 
Assinado segundo contrato de compra de mísseis Penguin a Konsberg.
 
 
31 de outubro de 2012
 
Fragata “Niterói” é o primeiro navio da Marinha a operar com a aeronave MH-16 “Seahawk”. Na ocasião foi realizado um abastecimento HIFR (em voo).
 
 
7 de novembro de 2012
 
Um MH-16 Seahawk faz o primeiro pouso em um navio da Marinha do Brasil, o NDCC Almirante Saboia. Além desse meio e do NAe São Paulo, logicamente, os únicos navios da marinha que possuem convoos capazes de receber helicópteros de médio porte são os NDCC Garcia D’Ávila e Mattoso Maia e o NDD Ceará. 
 
 
10 de julho de 2013
 
Primeiro pouso do MH-16 Seahawk no NAe São Paulo.
 
 
4 de agosto de 2014
 
Um MH-16 Seahawk realizou um “Helo Crossdeck” no LHA-6 America, novo navio de assalto da marinha dos EUA que em agosto de 2014 visitou o Brasil.
 
 
28 de agosto de 2014
 
Fragata F-46 Greenhalgh realiza abastecimento HIFR em um MH-16.
 
 
10 de dezembro de 2014
 
Operação Aderex 2014.  Primeiro disparo do míssil Penguin por uma aeronave MH-16 da Marinha do Brasil.

Graan Barros

Facebook Comments


Compartilhe