NOVIDADES SOBRE O RADAR SABER M200

No dia 10 de março de 2014, embarcou para as cidades de Nanjing e Beijing, na República Popular da China, um Ten. Cel. do Exército Brasileiro a fim de participar do Teste de Aceitação de Fábrica dos Módulos de Radiofrequência, Tx (Transmissão) e Rx (Recepção), adquiridos para o Projeto Radar SABER M200.
O RADAR SABER M200, segundo a BRADAR é um RADAR de vigilância, mas a capacidade computacional do sistema faz com que ele possa desempenhar, simultaneamente, as funções de radar primário e secundário¹, rastreamento de mísseis, artilharia (os módulos Tx e Rx são relativos a a medição de velocidade relativa, ver Efeito Doppler), InSAR e meteorologia.
O teste de aceitação de fábrica permite ao comprador (Exército/Bradar) a conferência do material adquirido, realizando testes e contagem antes que ele seja enviado ao Brasil.
¹ A diferença entre um RADAR primário e secundário é que o segundo, além de transmitir um pulso eletromagnético e recebê-lo de volta (eco) permitindo saber a localização de um alvo, também envia um sinal codificado . Se essa aeronave possuir um transponder (IFFou TCAS), por exemplo, será reenviado ao RADAR um sinal, também codificado, com dados mais específicos como origem, modelo da aeronave, etc.
Graan Barros
Artes: Bradar
Facebook Comments


Compartilhe

3 Resultados

  1. Anônimo disse:

    "Testes de aceitação…modulos de radio frequencia"

    Olá, quer dizer que o radar M200 não será 100% nacional conforme declarações do EB???

    Abrçs,

    Alf

  2. Graan Barros disse:

    Obrigado, Ulisses Condutta. Continue lendo e criticando os meus artigos e clippings! Abraços!

  3. Parabéns pelo blog, meu caro!