ENSAIOS DE VOO DO MÍSSIL DE CRUZEIRO BRASILEIRO “MTC” PARA BREVE!

CTEx SEDIA A PRIMEIRA REUNIÃO DE COORDENAÇÃO DO PROJETO ASTROS 2010 EM 2014
O CTEx, Centro Tecnológico do Exército, sediou a primeira reunião de coordenação de 2014 do Projeto Astros 2020 no dia 27 de fevereiro. Estiveram presentes no encontro o Sr Vice-Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia, Gen Div João Edson MINNICELLI; o Sr Diretor de Fabricação (DF), Gen Div UBIRATAN Salles; o Sr Chefe do CTEx, Gen Bda Claudio Duarte de MORAES; o Gen Bda R1 Júlio BARRETO, Gerente do Projeto Astros 2020; além das equipes técnicas da DF, do CTEx, do Centro de Avaliações do Exército e da Comissão de Absorção de Conhecimentos e Transferência de Tecnologia.
A atividade foi aberta pelo Gen MINNICELLI e conduzida pelo Gen BARRETO, o qual explanou sobre a atual situação do projeto como um todo e em particular dos Projetos MTC, Sistema Míssil Tático de Cruzeiro, e FG, Sistema de Foguete Guiado, nos quais o CTEx presta assessoria técnica.
 
Inicialmente conhecido como AV-MT, passou a ser chamado AV-TM.
O MTC teve seu primeiro ensaio de campanha no final de outubro de 2013 por meio de quatro ensaios de voos balísticos exitosos. Para abril e maio de 2014 serão agendados ensaios de voo, ensaios de comprovação de requisitos e de apresentação de protótipos. Já o FG entrará na etapa em que serão efetuados ensaios de desenvolvimento dos diversos subsistemas componentes do foguete.
 
O MTC é um míssil solo-solo que permitirá levar uma carga bélica convencional de até 200kg a distâncias até 300km de alcance, com precisão melhor que 30m, sendo elemento de dissuasão no atual cenário de utilização.
Já o FG é um foguete para ser empregado em distâncias de até 40km. Tem seu desenvolvimento baseado no SS-40, sua versão não guiada, e por meio de um sistema de jatos laterais e guiamento terminal propiciará uma melhor precisão, assim como a redução da possibilidade de danos colaterais.
O Projeto Astros 2020 faz parte de Processo de Transformação do Exército, que tem como foco a reestruturação da capacidade operacional a partir de novas tecnologias. O Astros 2020 participa dessa transformação com apoio de fogo de longo alcance, com elevada precisão e letalidade.
 
Os resultados obtidos até agora nesse Projeto evidenciam o alto grau da capacidade tecnológica atingida pelo Sistema de Ciência e Tecnologia do Exército e pela Indústria Nacional de Defesa.
 
 
Fonte: CTEx
Facebook Comments
Compartilhe

1 Resultado

  1. Anônimo disse:

    Bravo Zulu